Category: Músicas Afro-Européias


afrikafunk.jpgA receita é interessante: pegue músicos africanos, tempere-os com bastante James Brown e funk norte-americano, agite e deixe o som rolar. Afro beat, rhythm & blues de qualidade é o que promete essa compilação. Africafunk: The original sound of 1970’s funky Africa foi lançada em 1998 pela Harmless. São vários artistas, como Peter King, Wali & the African Carnival, Fela Kuti, Manu Dibango e Mulatu Astatqé, fazendo música boa para ouvir e dançar muito. Destaque para a faixa três (Hail the King), em que as flautas e tambores nos dão a sensação de uma perseguição em plena selva; e para a faixa sete (Expensive Shit), um fantástico groove instrumental com mais de treze minutos de pura black music made in África. Você não vai ficar parado.

Som Negro para você!

tama-nostalgie.jpg[texto publicado originalmente na extinta revista “Voice” em Maio de 1999]

Apesar da fusão existente entre o coração do império mandinga (algures entre o Mali e a Guiné Bissau) e a modernidade ocidental, “Nostalgie” mantém bem conservada toda a estrutura oriunda de África, sobressaindo a experiência e maturidade deste trio – TOM DIAKITÉ (do Mali, kora e n’goni), DJANUNO DABO (da Guiné Bissau, percussões) e SAM MILLS (de Inglaterra, guitarra) – em construir um disco tão enraizado quanto diversificado. O passado partilhado em palco com SALIF KEITA e MORI KANTE (por parte de TOMI) e ANGELIQUE KIDJO (por parte de DJANUNO) não os fez sofrer da síndrome da afro-europeização, entenda-se afro-francofonização. Até SAM MILLS (um dos fundadores dos experiementalistas ingleses dos anos 80, 23 SKIDOO), cujas experiências tecnológicas com o indiano PABAN DAS BAUL se aproximavam de um formato de fusão mais vistoso, está agora mais discreto, encarregando-se de pequenos pormenores. “Nostalgie” tem funk, blues, momentos de piano mais ‘jazzísticos’, vozes wassoulou carregadas de misticismo, muita ambiência à mistura, dominada pela guitarra (quase infinita, a la MICHAEL BROOK) de MILLS e pela filtragem em maquinaria de sons de hammonds, violoncelos, alaúdes. Tudo isto feito com um nível de refinamento elevado e global, assente em solo africano.

Faixas:

1. Nostalgie
2. Ta’aba
3. Idjo
4. Tama
5. Dambe
6. Soninke
7. Boula
8. Koko
9. Att (Amadou Toumani Toure)
10. Ta’aba (Radio Mix)

Som Negro para você!

african-groove1.jpgA tecnologia une-se aos ritmos tribais nesta fusão da música africana dance, eletrônica, hip-hop e funk.

O cd African Groove é uma coleão de músicas africanas que ressaltam as maneiras que o som moderno se fundiu com as tradições africanas. African Groove apresenta músicos africanos que experimentam com o hip-hop, os remixes e a programacão eletrônica como assim também artistas internacionais da música tecno que têm utilizado ritmos e estilos da África como inspiracão da música que marca tendências nas discotecas.

Faixas:

1. Issa Bagayogo  Saye Mogo Bana • (Mali)
2. Badenya  Boroto • (Burkina Faso)
3. Madeka  Mokote • (Ivory Coast)
4. Julien Jacob  Kalicom • (Benin)
5. A Peace of Ebony  Vadzimu • (Zimbabwe)
6. Hardstone  Uhiki • (Kenya)
7. Positive Black Soul  Wouyouma • (Senegal)
8. Dady Mimbo  Bouba (Cool) • (Cameroon)
9. Thievery Corporation  The Lagos Communique • (USA)
10. The Pleb  One for Senegal • (Italy/Senegal)
11. African Rhythm Travellers  Khululuma • (South Africa)
12. Ndumiso  Mofolo Hall • (South Africa)

Som Negro para você!